Bancos cancelam cartões de crédito de repente: real razão divulgada

0

É comum ouvir amigos e familiares relatarem cartões de crédito cancelados. Nos últimos meses, clientes do Inter, C6 Bank, Credicard e Nubank relataram na internet que suspenderam inesperadamente o acesso ao serviço.

Esse é um dos principais problemas que as fintechs enfrentam e envolve a emissão de cartões de crédito mediante solicitação do cliente, podendo revogar a aprovação caso o cartão de crédito não seja utilizado após o recebimento. E os cartões de crédito sem anuidade são os mais afetados por esse risco.

Além disso, muitas instituições acabam acionando o cancelamento automático do cartão quando descobrem que a conta não foi ativada por mais de 12 meses.

Motivos para cancelar um cartão de crédito

Aqui estão alguns motivos pelos quais seu cartão de crédito pode ser cancelado:

  • No caso de documentação errada;
  • Quando há desinteresse comercial;
  • Para ações de suspeita de fraude;
  • Se houver o descumprimento dos termos de uso;
  • Na ausência de transações como saque, depósitos e transferências indicam inatividade da conta;
  • Em caso de negativação do CPF;
  • Quando há pendências de documentação após prazo estabelecido pela instituição.

Cancelar cartão

Ao disponibilizar os saldos dos cartões de crédito pré-aprovados, as empresas levam em consideração os chamados “limites operacionais”, que variam de acordo com o porte da instituição.

Nesse caso, sempre que um cliente solicita um cartão e não o utiliza, a empresa entende que isso impede que outro potencial cliente utilize o saldo e gere lucro. Dito isso, a lógica sugere que não adianta quebrar as restrições aos clientes que não usam o cartão.

Outros bancos, como o Santander, normalmente implementam esses cancelamentos de forma gradual, começando com limites mais baixos e terminando com a suspensão dos serviços.

Para evitar que isso aconteça, 3 dicas devem ser analisadas: 1. Use seu cartão pelo menos uma vez por mês; 2. Não deixe seu cartão parado por mais de seis meses; 3. Use sempre um limite proporcional para que não t diminuirá.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler Mais