Custos de alimentação consomem 64% dos salários

0

Como os brasileiros têm menos poder aquisitivo, os gastos básicos estão prejudicando o salário mínimo integral dos trabalhadores. A pesquisa +Valor da Ticket mostra que os custos mensais com alimentação estão em torno de 618 reais. Esse número é quase 50,9% dos salários, e está tudo nos supermercados.

Para quem come fora, a conta é ainda maior. Se os profissionais decidem comer fora, a pesquisa mostra que o custo médio de uma refeição é de 39,47 reais. Portanto, o custo mensal total para alguém com essa taxa semanal é de R$ 775,88.

Custos de alimentação no brasil

Além disso, segundo o estudo, o custo da alimentação em São Paulo é mais alto, em torno de 777 reais. O Maranhão tem os preços mais baixos, com média de 423 reais.

Por outro lado, quando a validação leva em consideração o custo médio das refeições, o Maranhão tem o preço mais alto do país: 51,91 reais. Goiás é o de menor valor. Segundo o levantamento, são 27,94 reais.

Os brasileiros de baixa renda são os mais afetados pelos altos custos dos alimentos no país. Os reajustes salariais acompanham a inflação, mas os preços dos alimentos superam o índice.

É por isso que as contas não estão fechando e está ficando cada vez mais difícil manter as despesas com alimentação dentro do orçamento. Para cobrir os altos custos, os brasileiros estão desviando dinheiro que deveriam ter gasto em outras áreas em alimentos, segundo levantamento da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Para economizar, os economistas estão posicionados para fazer com que as famílias priorizem as compras semanais. Além de reduzir o desperdício, é também uma forma de acompanhar as promoções que oferecem as melhores ofertas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler Mais