fbpx

Empréstimos consignados: tudo o que você precisa saber sobre esse tipo de empréstimo

Publicidade

Os empréstimos consignados são uma forma de obtenção de recursos financeiros oferecidos pelas instituições bancárias. Sendo um dos produtos mais procurados do mercado, são muito populares entre aqueles que dificilmente conseguiriam obter empréstimos de outras formas, como inadimplentes ou com restrições de crédito. Com taxas de juros inferiores às taxas de outros tipos de empréstimo, eles também são menos suscetíveis a instabilidades econômicas.

As características do crédito consignado são bastante específicas. Primeiramente, esse tipo de empréstimo é voltado para quem possui alguma fonte de renda fixa do Governo Federal ou dos governos estaduais, ou municipais. Essa fonte de receita pode vir de aposentadoria, benefícios assistenciais ou investimento em programas de financiamento. Além disso, em alguns casos, o empréstimo também pode ser permitido para quem recebe aposentadoria privada ou para quem é servidor público.

O procedimento para solicitar esses empréstimos envolve a assinatura de um contrato entre o tomador do empréstimo e um banco credenciado para esse tipo de operação. Em seguida, a instituição debitará a parcela do empréstimo diretamente da fonte de pagamento. O mutuário será obrigado a pagar a totalidade da dívida antes do vencimento estabelecido, sendo possível também refinanciar a dívida caso chegue ao final desse prazo.

Detalhes dos Empréstimos Consignados

O empréstimos consignados são uma modalidade de financiamento oferecida a aposentados, pensionistas do INSS e servidores ativos ou inativos da administração pública.

Esses empréstimos apresentam algumas diferenças em relação a outros tipos de financiamento, como taxas de juros mais baixas, prazos de pagamento mais longos, limites de crédito mais elevados e ausência de análise de crédito.

As taxas de juros podem variar conforme o banco, mas geralmente são muito mais baixas do que outros tipos de empréstimos. Isso se deve ao fato de os pagamentos serem descontados diretamente na folha de pagamento do aposentado ou servidor público, evitando a inadimplência.

O limite de crédito também é maior do que outros tipos de empréstimos, pois é baseado no salário, pensão ou benefício do cliente. Portanto, esse limite pode ser maior do que outros tipos de empréstimos.

Os prazos de pagamento geralmente são mais longos, o que permite ao cliente pagar o empréstimo em parcelas menores. Além disso, não é necessário passar por análise de crédito, pois não há estudo de histórico de pagamentos a ser feito.

No entanto, é importante destacar que o crédito consignado possui alguns custos extras, como taxas de administração e impostos. Por isso, é importante que o cliente se informe bem antes de contratar esse tipo de financiamento.

Como fazer empréstimos consignados

1. O primeiro passo é encontrar uma instituição financeira que ofereça empréstimo consignado. Verifique os sites de bancos e instituições financeiras locais para ver qual deles oferece esse tipo de empréstimo.

2. Em seguida, verifique se você tem direito ao empréstimo consignado. Em geral, podem se qualificar para o empréstimo consignado profissionais com carteira assinada, investidos em cargo de confiança e que estejam em dia com seus pagamentos.

3. Se você se qualifica, verifique as taxas de juros e taxas de serviços oferecidas pela instituição. Essas taxas variam entre os provedores, então compare a oferta de cada instituição para obter a melhor.

4. Se você deseja prosseguir com o pedido de empréstimo consignado, deverá preencher um requerimento, anexar a documentação solicitada e enviá-lo ao banco ou instituição indicada.

5. Por fim, é fundamental que você mantenha seus pagamentos em dia. O empréstimo consignado é descontado diretamente da sua folha de pagamento; por isso, é importante certificar-se de que você tem dinheiro suficiente para quitar o empréstimo. Caso contrário, você pode ter problemas financeiros.

Como não deixar o empréstimo consignado virar um problema nas finanças pessoais

1. Estipule um limite de endividamento aceitável: Identifique qual seria o limite de endividamento acessível para o seu nível de renda. Se o empréstimo consignado aumentar seu limite de dívida além desse limite, não aceite.

2. Verifique as taxas de juros: antes de aceitar um empréstimo consignado, verifique as taxas de juros e compare-as com outras taxas cobradas pelas instituições financeiras.

3. Fale com um especialista: Uma consulta com um especialista, seja ele um contador, corretor de valores ou consultor financeiro, pode te ajudar a tirar suas dúvidas e decidir se esse tipo de empréstimo conseguiria atender às suas necessidades.

4. Controle suas finanças: Faça um orçamento e faça os ajustes necessários para que seu padrão de vida não saia do controle por conta do empréstimo consignado.

5. Monitore sua posição financeira: verifique regularmente seu saldo e nível de endividamento para garantir que você não perca o controle financeiro.

6. Fuja das dívidas acumuladas: Vigie todas as suas dívidas e faça tudo o que estiver ao seu alcance para evitar que elas se acumulem.

7. Negocie com seu credor: Se você perceber que não pode arcar com as parcelas acordadas, tente negociar as condições de pagamento com seu credor para garantir que você consiga honrar os compromissos assumidos.

Considerações finais

O crédito consignado é uma modalidade de empréstimo onde o débito mensal é feito diretamente da folha de pagamento ou da APOSENTADORIA. Por isso, esses empréstimos são mais seguros, pois o tomador não precisará ter conta em banco e/ou outros fatores extra burocráticos para quitar a dívida.

É importante considerar que esses empréstimos geralmente interessam às instituições financeiras, pois possuem taxas de juros mais altas que os empréstimos convencionais portanto, são mais rentáveis. Assim, é importante que os mutuários estejam atentos às taxas de juros e prazos de pagamento do empréstimo para evitar problemas futuros.

Além disso, o crédito consignado costuma ser mais acessível ao tomador, pois possui taxas de juros mais baixas e pode contar com facilidades de pagamento, já que seus valores são debitados diretamente na folha de pagamento ou aposentadoria.

Dependendo dos fatores discutidos, o crédito consignado é uma boa opção para quem busca crédito em condições mais seguras e acessíveis. No entanto, é necessário que o mutuário tome as devidas precauções para evitar problemas futuros com o pagamento da dívida e outros transtornos.