Palmeiras rescinde contrato com o zagueiro Renan

0

O Palmeiras rescindiu o contrato do zagueiro Renan, que foi preso no dia 22 de julho por atropelar e matar um motociclista de 38 anos em um acidente no Paulista, no Bragança.

O jogador de 20 anos ficou emprestado ao Bragantino até o final da temporada, quando a equipe encerrou o relacionamento com Renan.

Essa informação é corroborada pela assessoria do Atleta nesta terça-feira (2): “O Atleta Renan o informou por meio de sua assessoria, na última sexta-feira[29] para informá-lo da rescisão do contrato pelo Red Bull Bragantino, e no sábado[30] Cortesia de Sociedade Esportiva Palmeiras. O atleta está focado em sua defesa e tentando reviver sua carreira e refuta eventuais brechas ligadas a Red Bull e Palmeiras.”

No dia seguinte à prisão, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) concedeu liberdade provisória ao defensor sob a condição de que o jogador pague fiança igual a 200 salários mínimos, cerca de 242 mil reais.

O acidente aconteceu na rodovia Alkindar Monteiro Junqueira, na comunidade Quinta da Baronesa, em Bragança Paulista (SP). Renan foi preso por homicídio culposo e passou a noite em uma cadeia pública na cidade vizinha de Piracaia (SP). Na decisão sobre a audiência de custódia, foi informado que o defensor não possuía carteira de habilitação e dirigia “sob o efeito de álcool”. Imagens trágicas mostram o Defender e o carro na contramão.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler Mais