Inflação Lucros da DETONA FGTS: Saques de aniversário, seria a melhor escolha?

0

Trabalhadores em contas vinculadas ao Fundo de Indenização por Tempo de Serviço (FGTS) recebem parte dos R$ 13,2 bilhões de lucros que o fundo terá em 2021. Esse valor equivale a 99% da receita total do ano passado, ou 13,3 bilhões de reais.

A Caixa Econômica Federal concluiu nesta terça-feira (26) pagamentos a 106,7 milhões de cidadãos. No total, foram beneficiadas 207,8 milhões de contas ativas e inativas do FGTS. Isso ocorre porque um trabalhador pode ter várias contas vinculadas de trabalhos anteriores.

Apesar da boa notícia, os dados mostram que o FGTS dará retornos que perdem para a inflação em 2021, fato que não acontecia desde 2016. Com efeito, a declaração significa que o dinheiro que os trabalhadores deixam nas contas dos fundos está perdendo poder de compra, afetado pelo aumento dos preços.

Rentabilidade do FGTS

Atualmente, o FGTS oferece um retorno fixo de 3% ao ano, mais a variação da Taxa Referencial (TR) – zero no ano passado.

Com a inclusão da distribuição de lucros do FGTS 2021, a remuneração deve subir para 5,83%. No entanto, quando se trata de inflação, o prejuízo é palpável: o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fechou o ano passado em 10,06%.

Por exemplo, em relação a 2020, o FGTS proporcionou rentabilidade de 4,92%, ante 4,52% do IPCA da época. O mesmo aconteceu em 2018, quando o retorno do FGTS garantiu um retorno de 6,18% aos trabalhadores, ante a taxa de 3,75% registrada pela inflação oficial do período.

A tabela abaixo mostra as disputas entre as declarações de FGTS e IPCA:

Ano
Retorno do FGTS
IPCA

2021
5,83%
10,06%

2020
4,92%
4,52%

2019
4,90%
4,31%

2018
6,18%
3,75%

2017
5,59%
2,95%

2016
7,14%
6,29%

Fonte dos dados acima: Caixa Econômica Federal e IBGE

Com a inflação detonando os resultados do FGTS, vale a pena somar o saque de aniversário?

Como mencionado acima, as pessoas que colocam dinheiro no FGTS estão ganhando cada vez menos. Esse fato faz com que os trabalhadores questionem se vale a pena insistir nos saques de aniversário, que autorizam resgates do fundo a cada ano, sempre no mês de nascimento.

A desvinculação do FGTS pode ser uma opção interessante para quem busca gerar ganhos acima da inflação com os recursos do fundo, dizem especialistas do mercado.

No entanto, o conselho se aplica àqueles que já possuem reservas de emergência e têm uma estratégia de como usar os fundos. A ideia é evitar saques não provocados do fundo, que foi criado para ajudar os trabalhadores em tempos de emergência.

“Como o FGTS foi originalmente concebido para atender trabalhadores em situações inesperadas, como demissões, é necessário considerar essa premissa caso os contribuintes não tenham planejamento financeiro e provisões para contingências”, explica Fernanda Melo, Planejadora Financeira do CFP.

Em contrapartida, disse o especialista, se a pessoa tiver alguns recursos mais líquidos em um momento imprevisto, a decisão de aplicar os recursos do FGTS em outras fontes de investimento pode ser uma boa escolha. Isso evitaria ainda mais a perda de inflação que atingiu 11,89% nos últimos 12 meses.

Recomenda-se sempre procurar opções de investimento que protejam os investidores da inflação, mas que tenham baixo risco de crédito (perda financeira).

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler Mais